quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

terça-feira, 26 de dezembro de 2017



Quando estamos fracos e vazios, o mundo parece desabar sobre nós, a tempestade é uma afronta contra o nosso estado de espírito, a escuridão não afeta somente a visão, mas vai tomando conta do peito, dilacerando a fé, e, nos remoendo aos poucos. De pouco em pouco vamos nos perdendo do que somos, as lágrimas parecem acompanhar o que nos tornamos, mas não devemos nos dar por vencidos, porque talvez essas mesmas gotas que caem pela face farão florescer o deserto que existe dentro de cada um de nós... e, quem sabe não exista mais um recomeço - uma nova chance de se ter, fazer diferente... continuar por si mesmo, esperar menos dos outros, perdoar o que feriu e seguir em frente?!


( Vitor Ávila ) 



sábado, 23 de dezembro de 2017




Amo sua capacidade de me olhar devagar... Essa capacidade tua de tocar minha alma com ternura com amor puro e verdadeiro... Que fez brotar em meu peito este mesmo amor que se alastrou por todo o território do meu ser... Preenchendo todos os espaços de minha alma. Amo essa luz que vem de ti que ilumina meu mundo... 


Amo-te com toda a essência de amar do amor. 

(Dec)


sábado, 16 de dezembro de 2017



Deixe que o vento leve o que não tem mais lugar. Mágoas, angústias, receios. Rancores. Deixe que o vento lhe despenteie os cabelos, desarrume a rotina, desafie a mesmice. Deixe os sapatos do lado de fora e traga novos caminhos para dentro de si. Plante sementes de dias melhores, colha seus frutos, ignore os espinhos, abra a porta para o rumor que se aproxima e sinta que é a felicidade quem está chamando...

(Flávia Brito)





domingo, 26 de novembro de 2017


Gosto quando você vem,
Bagunça meu cabelo...
Cheira meu pescoço e sussurra baixinho.
Porque existem palavras;


Que nos transportam...



(Alessandra Alcântara)