domingo, 24 de setembro de 2017



Minha Alma Gêmea

Um homem que vive neste plano, e no presente agora, emana altas frequências de amor paz e equilíbrio para o meu coração... Ele comunica-se comigo através de vibrações, sentimentos e olhares. Nossa relação atinge estágios que vão além do físico. O desejo de nossas alma por se encontrar, ultrapassa qualquer distancia, espaço ou tempo.Ele é focado na paz e na aceitação da vida, em s
eu estado pleno e sublime de experiências e aprendizados. Ele se ama, se cuida, se respeita, se tolera, se perdoa, se encoraja e se valoriza, e possui total consciência de que reflete no outro, tudo aquilo que oferece para si. Ele possui mãos firmes, grandes e fortes. Ele tem uma voz grave e vibrante. Ele me seduz com seu olhar e me conquista com suas palavras...Ele é confiante, amável, carinhoso, leal, cúmplice, paciente, corajoso, protetor, responsável, decidido e paternal. Ele é meu companheiro de todas as horas. (...)
http://antigaalma.blogspot.com.br/



sábado, 16 de setembro de 2017



Gosto de ouvir meus pensamentos. Pode parecer loucura!
Mas é que posso escutar sua voz, em cada recanto...

(Alessandra Alcântara)


sábado, 9 de setembro de 2017


É que ele me transmite calma, paz...
E possui uma sensibilidade, 
capaz de descobrir,decifrar,
e compreender meus pensamentos...

(Alessandra Alcântara)


domingo, 27 de agosto de 2017

sábado, 12 de agosto de 2017


















(Foto: Primavera (Rui Martins)

E tu me escreves: 
-"Meu amor, minha saudade!
Há tanto tempo não te vejo: há quasi um dia;
estou tão longe: do outro lado da cidade...
Tive sonhos tão bons esta noite! Vem vê-los:
ainda estão nos meus olhos loucos de alegria.
Sabes? esta manhã cortei os meus cabelos.
Denunciavam-me tanto! E a ti também, meu poeta...
Que alívio! Tenho a sensação de haver cortado
relações com alguma amiguinha indiscreta.
Agora estamos mais a nosso gosto. Agora
o meu gosto será bem menos complicado
Para pôr o chapéu, quando me for embora...
Sinto-me tão feliz! Tive um riso sincero
ao meu espelho: e esse sorriso revelou-me
que o meu único mal é este bem que eu te quero..."
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
E quando chego ao fim da carta, sinto, vejo
que a minha boca toma a forma do teu nome:
a forma que ela tem quando vai dar um beijo...
Guilherme de Almeida (G. de Andrade e A.), nasceu em Campinas, SP, em 24 de julho de 1890, e faleceu em São Paulo, SP, em 11 de julho de 1969


domingo, 6 de agosto de 2017


Não me chame de fraca
Você não imagina quantas vezes
pedi para mim mesma não chorar...

E tive que sair por aí,
Com um sorriso que não era meu.

(Desconheço o Autor)